Convite a quem nos visita

segunda-feira, 29 de junho de 2009

Momento da fé

Uma brisa que passa sobre a luminosidade do sol na manhã do fim da linha

Canta amigo canta, porque aquela hora é sempre para exultarmos de alegria

Sobre o chão coberto de som daqueles dias de interioridade maior

Para saber aqui e agora que Deus baixou até ao fundo do sublime

E fez de cada pessoa uma glória

Como o tronco espinhoso no roseiral faz brotar pétalas belas.

Não sei, ninguém saberá como se desvela esse mistério

Mas no momento da fé todos dizem saber desse calor infinito

Que o perfume de um amor imenso desperta no oceano da dor

Se todos calam quando diante do pecado reles do sem sentido

Nós não calamos nem que seja apenas um balbuciar

E no fim fazemos uma oração para fazer desse momento

A hora do encontro fraterno na alegria da festa.

Sei e tu sabes que no momento da fé o som da música de Deus

Fará o milagre do pão amassado pelas mãos daquela mulher

Que se despojou e deu as suas mãos à massa do tempo

Logo depois decantou Deus o vinho novo no jarro cozido do coração

E derramou sobre todos os que apresentam o cálice da vida

O maior dom feito esperança para todas as manhãs

Quando a brisa ao querer ser o vento varre o que a luz ofereceu.

Sabemos que a alegria da festa naquela fé converteu o momento

Na vida toda cheia de uma certeza feita perfeição de um dom.

Autor: José Luís Rodrigues

1 comentário:

Maria Teresa S. T. Góis disse...

Simplesmente, obrigada.
tukakubana