Convite a quem nos visita

sexta-feira, 12 de junho de 2009

O Cristiano Ronaldo

Vai ser comprado pelo Clube de Futebol Real Madrid, por 93 milhões de euros. É o mundo, el dourado, do negócio da carne humana. Pois haverá maior escravatura do que esta? - O João Gobern na Antena 1 esta manhã proclamou a propósito deste negócio, fezeram o mundo assim, agora aturem-no. Para onde vai um mundo que realiza negócios deste género e que para a uma só pessoa, por dia, para dar pontapés numa bola, pagará 25 a 30 mil euros? - Mais absurdo não pode a haver.
De facto, o mundo caminham para um absurdo total. A vida deixa de ser vida, as pessoas negoceiam-se por alguns milhões - mais extraordinário era pensarmos antes que estes negócios eram muito distantes quando eram realizados com brasileiros, russos, ingleses, italianos, franceses, espanhóis e etc. Mas agora são muito perto de nós, são realizados com um vizinho nosso, um conterrâneo - alguns vangloriam-se e enchem o ego, porque se sentem supra valorizados e fazem parte de uma pleiade de gente muito cara. Outros sentem (o meu caso) perante os milhões, ficamos todos mais pobres ainda, porque mais cegueira e alienação irão provocar. Não há pobreza maior do que esta.
Quem justifica esta injustiça? - Todos nós, que criamos um mundo profundamente injusto, um mundo que já não é mundo nenhum. Por isso, sempre que valorizamos o dinheiro em vez da alegria, do bem estar ou da boa qualidade de vida estamos contribuindo para a injustiça a que este mundo está votado.
Contudo, que todos os cristianos do mundo sejam muito felizes e que ao menos pratiquem alguma caridade com as fabulosas fortunas que auferem. Por mim, continuarei a fazer tudo para que a felicidade seja sempre mais importante que todo o dinheiro do mundo.

2 comentários:

José Ângelo Gonçalves de Paulos disse...

Acho escandaloso esse dinheiro todo só porque o jovem tem o talento -ninguém o nega- de dar uns pontapés na bola e ser efectivamente um artista em campo. No entanto, deveria ser mais modesto porque 94 milhoes é muito dinheiro e uma afronta a um mundo onde todos não têm nada e alguns têm tudo. Os tais 20% de gananciosos que são donos dos 80% que enobrecem, pelo seu talento e trabalho, a terra. Que desafio temos pela frente? Sinceramente, este descalabro assusta-nos com tanto evengelho que foi e é apregoado, mas... os ricos continuam cada vez mais ricos e nós cada vez mais pobres e endividados.

Susana Ramos disse...

É verdade!
Mas ele lutou tanto para jogar futebol, para ter uma vida melhor: ele dormia na rua, quase não tinha dinheiro para comer...
E, agora, pode ajudar os mais pobres. Tem ajudado, em algumas situações.
Confiemos em Deus. Ele há-de fazer com que nem tudo seja mau.
Susana Ramos