Convite a quem nos visita

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Férias

Poema escrito especialmente para vós, os meus leitores:

Sobre aquele mar imenso

que as ondas abraçam

no mergulho do tempo

bate sobre as pedras da

alma um descanso profundo e incontido.

Umas águas límpidas fazem serenar um impulso

daquela ausência enorme

da brisa sobre o rosto

sublime do horizonte

da alma submersa

na manhã do sorriso terno.

O marulhar da água viva

cantou a canção maior

deste momento eterno.

Mas sabe sempre ver

o que as férias podem

fazer verter

no suspiro da tua face

quando nesse tempo

posso contar o calor

da descontracção absoluta.

Nota do autor do blog: Obrigado por serem meus leitores e pelas visitas que fazem a este espaço de partilha. Sintam-se sempre em casa. Fiquem bem, que eu também vou procurar o melhor para saborear o mais possível as minhas férias. Estarei fora desta casa até ao dia 16 de Setembro.

Sem comentários: