Convite a quem nos visita

sábado, 25 de dezembro de 2010

Onde está o Natal?

O Natal não está longe. Não vem de longe. Não pode ter sido só há 2010 anos. O Natal está aí. No nosso dia a dia. Está no rosto que sorri e na boca que diz bom dia, boa tarde e boa noite. Afinal, pode estar numa singela palavra de saudação para todas as pessoas, mesmo até para aquelas que gostamos menos. Por isso, Ary dos Santos dirá, no seu poema «Natal», «Natal é quando um homem quiser». Afinal, pode ser todos os dias de todos nós quisermos em cada sinal, em cada gesto, em cada toque, em cada palavra, em cada olhar, nas mãos e pés de todos, no ir e vir, na presença e na ausância. Sempre pode ser o Natal se tu e eu quisermos...
O Natal está nas mãos que amassam a vida toda, com os condimentos necessários para que a felicidade aconteça.
O Natal está em tudo o que seja partilha, porque nada acaba bem se for cimentado no egoísmo, no comodismo e na ganância da satisfação de manias pessoais.
O Natal está aí nos passos decididos a favor da vida para todos. Está nas nossas casas, nos hospitais, nas prisiões e em todos os lugares onde seja preciso levar adiante a construção do mundo e da vida com amor e paz.
Tudo o que somos e temos está em função deste Natal de hoje, que cada um de nós constrói com a sua vida concreta. Este é o Natal verdadeiro que Deus quer que aconteça no presépio do coração de cada pessoa.
Bom Natal para todos. Um grande abraço de Natal com a bênção do Menino de Deus, que se fez mais uma vez Humanidade igual à nossa. Maravilhoso este nosso Deus.
JLR

1 comentário:

tukakubana disse...

O Natal acontece e está no nosso coração.Só a partir daí se pode raciocinar em espírito de Natal; mais, há que ser forte para não sofrer as influências do Natal mental, hoje tão divulgado e usado.
A data de 25 de Dezº era, há milénios, uma data de "festança" já celebrada antes de Jesus nascer. Parece que estamos voltando às mesmas festividades pagãs, com o breve intervalo da Missa do Natal.Amanhã, depois, tudo voltará a ser igual...