Convite a quem nos visita

sábado, 1 de janeiro de 2011

Duas faces no início de um novo ano. Coragem para escolher...

Uma face...
Quem vive fazendo o mal pode esperar...
Doenças psicologias sérias, como depressão, ansiedade, insónia e esquizofrenias.
O mal como paga e retorno por tudo que plantou na vida.
Viver uma vida de solidão.
O castigo eterno. Ou se arrepende ou padecerá eternamente na infelicidade (é isto o inferno).
Uma existência de maldições.
A justiça de Deus. E operando Ele... sentir-se-á for a da sua comunhão, do seu amor.
A acção maligna, que atormentará a alma do infeliz.
Ser destruído. O mal por si só se destrói.
A visitação da angústia, da vergonha e da dor.
Ser quebranto (o abatimento/a morbidez), de repente. Talvez, não haja cura.
Outra face...
Quem é gente boa de Deus na terra pode esperar....
O retorno com juros de Deus, pois quem dá aos pobres empresta a Deus.
Receber bênçãos muito maiores que as que proporcionou às pessoas.
Uma vida de paz, felicidade e verdadeira alegria na terra dos viventes.
É beneficiado psicologicamente com uma mente sadia, lúcida e pacificada.
Ser reconhecido no céu como amigo de Deus.
Protecção divina diante dos seus mais ardilosos inimigos.
Colher o bem que plantou.
Ver a sua descendência sendo abençoada pelo Senhor.
Deitar, dormir, roncar e acordar renovado.
Ser socorrido, quando precisar, pelos anjos do Senhor.

2 comentários:

Juliana Carla disse...

✩✩✩ Feliz 2011 ✩✩✩

"Nós abriremos o livro. Suas páginas estão em branco. Nós vamos pôr palavras nele. O livro chama-se Oportunidade e seu primeiro capítulo é o Dia de ano novo." (Edith Lovejoy Pierce)

Ingredientes: prosperidade, felicidade, amor, sonhos, luta, vencer! Sabedoria para construir o que se espera de um novo amanhecer.

Obrigada por estar comigo em 2010! Que hoje e sempre não seja diferente. Vamos somar aprendizados.

Bjuxx e xeroo

Juliana Carla
brailledalma.blogspot.com

José Luís Rodrigues disse...

Cara amiga Juliana Carla, muito agradecido pelas palavras generosas que me dirigiu para o ano que iniciamos. Também lhe desejo o mesmo e faço ainda votos que continuemos ambos unidos na escrita da palavra, na partilha dos sonhos «de um novo amanhecer» para toda a humanidade. Um beijo e tudo de bom.