Convite a quem nos visita

segunda-feira, 28 de março de 2011

Só como exemplo...

- Revelador... Ao contrário do que se apregoa por estas bandas.

Como exemplo, não dá para esconder que, actualmente, na Igreja Católica Maronita do Líbano há 1.200 sacerdotes. Destes, metade do clero (600 padres) pertence a ordens religiosas e fazem livremente a opção pelo celibato. A outra metade, isto é, 600 padres diocesanos são casados. De acordo com o bispo católico El Hage, esses sacerdotes não criam problemas e são excelentes sacerdotes. Aí, não se fala em problemas com homossexualismo ou pedofilia entre esses padres. Nos últimos dois anos, somente dois sacerdotes abandonaram a batina.
No Oriente Cristão, sejam para Católicos ou para Ortodoxos, os homens casados mantêm o direito de serem ordenados conforme o estado que se encontre (casado ou solteiro) e, somente os bispos e os patriarcas devem ser celibatários como sempre foi na tradição da Igreja. E o mais bonito: não faltam padres, há muitas vocações, diferentemente do mundo ocidental. Em suma, o celibato não tem nada a ver com dogma, mas é uma questão disciplinar, isto é, uma estratégia política e canónica da Igreja, podendo ser revogado por qualquer papa quando quiser.
In abiblia.org

1 comentário:

tukakubana disse...

Sob a mesma Doutrina, é muito mais rica em tradição e evolução a Igreja católica do Oriente. E, bastará pensar no convite feito por Bento XVI aos Padres da Igreja Anglicana, casados, no sentido de integrarem a Igreja Católica A. Romana. Curioso, no mínimo!