Convite a quem nos visita

segunda-feira, 25 de abril de 2011

O códice oculto do 25 de Abril: a demora

(nota: este códice foi encontrado numa gruta submarina das Berlengas e foi decifrado por um perito dos Farilhões). Porém, 25 de Abril sempre... A liberdade é um bem precioso. Sejamos merecedores dele...
Já há vários anos se sabia que era inevitável, muitos sabiam, muitos escondiam que a bancarrota tinha chegado com os desmando da evolução do 25 de Abril. Agora importava remediar a situação. Mas muitos continuaram a ocultar a realidade.
Afinal outras semelhantes tinham acontecido em revoluções brandas ou violentas do passado. A da primeira República levou dez anos a ser aceita e foi-se deteriorando; em 1926 não foi possível adiar mais. Procuraram, então, pelo país e conseguiram encontrar alguém com perfil para pôr as finanças em ordem. Convidaram essa pessoa. Muitos políticos, porém, não aceitaram as suas condições e o remendo foi adiado mais dois anos.
Agora, após sucessivos adiamentos mentiras e desmentidos não foi possível adiar mais. Decidida a questão a contragosto alguns ainda procuraram por todo o país algum Salazar. Não conseguiram encontrar. Como agora a Europa também é Portugal, tiveram que ir procurar mais longe mas não encontraram ninguém com perfil. Sugeriram então outros que em vez de um Salazar qualquer sem perfil para a tarefa, se encontrassem dois ou três, ou mais se fosse preciso, porque isto estava mesmo a afundar-se. Assim fizeram e convidaram meia dúzia para ver se remendam isto. A certeza de esta meia dúzia conseguir não é muita porque boa parte dos ingovernáveis continua ainda a negar que haja rasgões e outros continuam a rasgar mais.
(Assinatura ilegível)

2 comentários:

José Ângelo Gonçalves de Paulos disse...

Padre José Luís o "Banquete da Palavra" é o que nos resta do "25 de Abril de 1974".

José Luís Rodrigues disse...

Amigo Ângelo, agradeço-lhe a simpatia, mas acho que está ser muito generoso. Abraço e Abril Sempre.