Convite a quem nos visita

sábado, 22 de outubro de 2011

Solidariedade precisa-se

Esta manhã participei num Seminário sobre sustentabilidade das instituições de solidariedade social, no auditório da Escola da Apel. Permitiu ouvir duas palestras muito interessantes. Uma do Porf. Dr. Américo Mendes (Docente da UCP do Porto) e outra do antigo Ministro da Segurança Social Dr. Silva Peneda. Destaco alguns aspectos que considero fundamentais de cada um dos conferêncistas.
Primeiro, «A crise financeira que atravessamos resulta da falta de solidariedade, que se concretiza e bem na fuga aos impostos. Se todos os pagassem a tempo e horas e se fossem cobrados com justiça não tinha o estado chegado onde chegou, numa crise grave que não sabemos ainda o que vai gerar nem ninguém é capaz de prever as consequências».
Do segundo conferencista destaco: «Ninguém pode garantir que as medidas da troika, vão ter os resultados pretendidos; os problemas que se vão colocar são de tal magnitude que devemos estar sempre em estado de alerta e em campanha; o sector solidário reveste-se de uma importância muito grande neste tempo de emergência, compete a ele alimentar a esperança no futuro». Face a estas reflexões, pede-se à sociedade em geral, criatividade e união de forças para que todos juntos sejamos capazes de vencer esta batalha da solidariedade, a fim de que a ninguém falte as condições elementares para a sua sobrevivência.
JLR

1 comentário:

Graça Pereira disse...

Estou completamente de acordo!
Em Moçambique trabalhei com a minha mãe na "Sopa dos pobres" ( não gosto da palavra pobres) e emocionava-me sempre! Gostaria de fazer aqui isso, numa escala mais pequena, claro mas, precisava de um espaço e de saber quem são as pessoas carenciadas. Infelizmente não posso contar muito com o apoio de quem por direito e vida, devia estar na linha da frente..Olhe, vou fazendo o que posso, que é mínimo dos mínimos!
Abraço
Graça