Convite a quem nos visita

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Criação

In illo tempore Deus disse
Diante de uma terra de nada
Faça-se a luz
E a luz fez-se semente
Que brotou do fundo
Da mágoa da gente
Quando os dias
Dizem do vazio
Preciso de ti.
Então Deus calou o pranto
E diz na intimidade do som
Que o nosso espírito
É paz e alimento
Na aridez de um caminho
Que dizem nosso na hora
Primeira da solene criação.
Pois, e agora fico nesta certeza viva
Do maior dom do tempo
Que o Espírito Divino
Nos ofereceu quando a partilha
Disse que a vida está cheia
De sentido naquele momento
Em que o Verbo fecundou
O regaço aberto daquela terra
Que na verdade todos dizem
Como eu digo agora
- Eis a nossa mãe.
JLR

Sem comentários: