Convite a quem nos visita

sábado, 31 de dezembro de 2011

Fim e princípio

1.
Esse limiar que diz fim na hora do adeus
Faz pensar no horizonte do princípio
Que as convenções ditaram na origem do tempo.
2.
Ninguém se fica indiferente ao que acabou
E nos braços do incerto acredita sem pranto
Que o futuro sabe de nós na alegria do sorriso.
3.
Todos brindam no princípio do sémen da luz
E o fogo estala o prazer da festa dos dias
Que se finaram no gosto seguro destes começos.
4.
Então sem dramas um olhar diz mais do interior
Sempre enfeitado no deslumbramento da fé
Que se colheu nos céus da esperança e da vida.
5.
Não nos deixemos perdidos na busca do nada
O pensar dita o desejo de mais e melhor com Deus
Que se faz presente na vertigem do mistério.
6.
Não fora maus augúrios e vã perdição do mundo
Não diria nunca a inumanidade da fome e da guerra
Que em cada um não se faz querer mas ditam os ódios.
7.
Então o fim se faz nobre em despedida solene
No mesmo tempo e espaço deste princípio
Que as miríades de estrelas desvelam na paz.
8.
Neste desejo canto o agora e o depois
Em serenidade renovada no calor da amizade
Que o sempre novo edifica na intensidade do amor.
José Luís Rodrigues
Imagem Google...

Sem comentários: