Convite a quem nos visita

segunda-feira, 26 de março de 2012

A sinceridade

Poema do grande matemático persa Omar Khayyãm, que viveu no século XI:
Toda a gente sabe que nunca murmurei a mínima oração.
Toda a gente sabe também que nunca tentei dissimular os meus
defeitos.
Ignoro se existe uma justiça e uma misericórdia.
Contudo, tenho confiança, porque sempre fui sincero.
(Imagem Google)

Sem comentários: