Convite a quem nos visita

quinta-feira, 21 de junho de 2012

Um euromilhões para as igrejas? E os outros?


Feito este anúncio (ou denúncia?).
Que sem dúvida é astronómico. E quiçá se seria necessário em todos os casos…
Na maioria, sim. No entanto, quem sabe também se não poderíamos ser mais sóbrios na construção e restauro dos templos...
O homem passa a obra fica, dirão quem nada questiona ou quem tudo engole assim sem mais.
No entanto, seria agora interessante sabermos dos gastos não menos astronómicos aplicados ao desporto, nas festanças e nas obras inúteis que enfeitam a Madeira Nova. Muito desse valor para pagar salários astronómicos aos amigos e amigalhaços do regime. Muito desse valor para alimentar grandezas de dirigentes desportivos e comprar/alimentar jogadores estrangeiros, entre tantas asneiradas que se fizeram por aí sem critério e sem nenhum sentido da responsabilidade quanto ao descalabro de dívidas que tudo isto nos fez mergulhar.
Salvaguarde-se o seguinte aspecto, este valor dado às comunidades religiosas (paróquias da Madeira), obviamente, que tem o seu quê de caça aos votos e serve também para apadrinhar muitas megalomanias. Faltou a sobriedade e alguma lucidez. Ainda assim, todo este dinheiro está aplicado em obras que servem as populações, na sua vertente sócio religiosa, claro que para muitos esta vertente não conta nada. Mas, em que se converterá um aglomerado de pessoas se não tem espaço de encontro, se lhe tiram a dimensão espiritual e a convivência social? – Os pobres ainda seriam mais pobres e muitos deles seriam esquecidos totalmente.
A termos que enveredar por este caminho maniqueísta, então, que se diga a verdade toda e não apenas uma parte da verdade, que se levada adiante sem esclarecimento, vicia a opinião pública num sentido único e isso prejudica a verdade no seu todo.
José Luís Rodrigues

Sem comentários: