Convite a quem nos visita

segunda-feira, 16 de julho de 2012

É indigno de um sacerdote não dizer o que pensa


Citação para começar a semana:

Não é digno de um imperador interditar a liberdade de palavra e não é digno de um sacerdote não dizer aquilo que pensa. Em vós, imperadores, não há nada que seja mais democrático e amável do que apreciar a liberdade, até mesmo naqueles que vos devem obediência militar. É esta, precisamente, a diferença entre os bons e os maus príncipes: os bons amam a liberdade, os mãos a escravidão. Ao mesmo tempo, para um sacerdote não há nada mais perigoso perante Deus e indigno perante os homens do que não dizer livremente aquilo que pensa. Está escrito: "dava testemunho de ti na presença dos reis e não me envergonhava" (Sl 118, 46); e, noutro passo: "Filho do homem, coloquei-te como sentinela da casa de Israel porque, no caso do justo deixar o caminho da justiça e cometer um delito e tu nada lhe dizeres, de nada lhe aproveitará a sua anterior justiça, mas eu pedirei contas a ti pela sua condenação... (cf. Ez 3, 17-19). 
(S.to Ambrósio, Epist. 40, 2)

Sem comentários: