Convite a quem nos visita

segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Perdão


Miguel Torga
-Sim...Perdão...Sim...Mas não posso:
Murmurou o padre-nosso
E tenho medo e vergonha
Sim...Perdão, Padre...Perdão...
É pecado...
Pedir!...Pedir o meu pão!
Uma boca não pede o que lhe é dado!
Sim!...Prometo e comprometo
A minha Fé...
Mas, ó Padre, quem é...?!
Ah! Não...Não, Padre...Perdão...
- E vem a morte...
- Pois vem...
- E o inferno...
- Também...
- Vai pedir perdão a tua Mãe
E a teu Pai...
Vai...
- Ninguém me perdoou, Padre, ninguém!
Nem meu Pai, nem minha Mãe!
Dizem no mesmo tom
Que nem sou mau nem sou bem.
Não me aceitam disforme,
Mas conforme...
- Pecador, faz penitência!...
- Já fiz sangue nos joelhos...
- Faz penitência!
- Já tenho os olhos vermelhos,
Já dei murros nos ouvidos,
Já matei os sentidos...
- Faz penitência!
- Perdão, Padre, perdão,
Mas não,
Já fiz tudo o que podia...
- Tem paciência,
Faz penitência
Mais um dia...

Sem comentários: