Convite a quem nos visita

sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Umas fotos reveladoras

O triunvirato eleito por alguns eleitores portugueses, para fazerem o trabalho sujo contra o povo português em nome de uma entidade anónima que nos empresta dinheiro, uma coisa chamada de Troica. Esta imagem revela o pior que nos está acontecer, o triunvirato do «Apocalipse» que se abateu sobre o nosso povo. Safam-se sempre os mesmos. Os ricos e os privilegiados que se alimentam na gamela dos poderes, familiares/amigos dos dirigentes e todos os bajuladores que o poder cria e recria para se manter no tempo. 
Este feriado de 5 de Outubro, é o último que se comemora, é o fim da República, que se vislumbra neste contexto de tragédia. Neste sistema o principal protagonista era o povo, aquele quem mais ordena, mas converteu-se no ordenhado por poderes obscuros à mão de gente sem qualificação, sem escrúpulos, fria e manhosa (tipo este ministro das finanças um manhoso inqualificável que elogia o povo português com um desplante que ao invés de nos alegrar, enoja...). 
Bom, uma foto reveladora com as figuras da desgraça e do fim da República Portuguesa. Agora retomemos exemplos para vermos como vive esta gente e para o que vieram desgovernar o nosso país. É tempo de acordar!
Reparem noutros que não consta desta foto, mas estão ali representados também. 
Dois exemplos revelam claramente ao que se presta esta gente sem princípios, sem escrúpulos. Vejamos os sinistros Migueis, membros do actual governo de Portugal...
Primeiro exemplo: Motorista de Relvas recebe € 73.446,00
O Ministro Miguel Relvas precisava de viajar e não lhe bastava os 3 motoristas
cedidos pela Secretaria Geral do Ministério dos Assuntos Parlamentares logo decidiu
contratar por Ajuste Directo um novo motorista por € 73.446,00 :
E de onde vem importante responsável pelo transporte da política do Governo? Onde
trabalhava antes? A resposta está no DRE:
Então ficamos a saber que o ex-motorista do grupo parlamentar do PSD vai
receber € 73.446,00.
Curiosamente esta nomeação encoberta não consta da página das nomeações do
Governo.
Porém, o Sr. Alexandre Meireles não é o único que não consta da página das nomeações
do Governo.
Vejamos o caso do Rui:
O Rui Jorge que vai ganhar € 5.000,00 em dois meses:
Olhemos o caso da Rita:
A Rita que vai ganhar um pouco mais que o Rui, 3.750,00€ em 66 dias:
Mais uma vez, curiosamente, não constam da página de transparência do Governo! 
Segundo exemplo: O brilhante currículo profissional do formiga Miguel Macedo...
Realmente, há ocasiões em que mais vale estar calado.......
Será que esta cambada, que nunca fez "nada que se veja", que nos tem sugado ao longo de décadas, pensa que são as "formigas" deste País? 
Vejam o currículo profissional do ministro que disse que em Portugal há cigarras a mais e formigas a menos:
  • Deputado nas V, VI, VII, VIII, X e XI Legislaturas
  • Secretário de Estado da Juventude (1990-1991);
  • Vereador da Câmara Municipal de Braga (1993-1997);
  • Secretário de Estado da Justiça nos XV e XVI Governos Constitucionais (2002-2005);
  • Secretário-Geral do PSD (2005-2007);
  • Membro da Assembleia Municipal de Braga
  • Líder Parlamentar do PSD (2010-2011);
Isto é, como diz o povo este senhor "nunca fez nada de jeito na vida" a não ser encostar-se às cadeiras do OE.
Bem, o rapaz - como convém aos deputados - ainda é sócio de um escritório de advogados e de uma consultora.
Esta formiguinha exemplar foi quem, em tempos, declarou ao Tribunal Constitucional que tinha uma casa em Lisboa, onde vivia, mas para sacar aos portugueses um subsídio de residência declarou que morava em Braga. Só depois de ter sido noticiado, desistiu de "aproveitar" a oportunidade do subsídio e passou a declarar que morava em Lisboa. Foi bom haver notícias que o lembraram de que estava a receber uns "trocos" a mais do que o devido do Orçamento do Estado. 
- No entanto, apesar de tudo, viva a República que permite esta injustiça tenebrosa... Porque rouba e semeia a mais dura injustiça sobre um povo... Até quando meu Deus, nos será permito isto! 

Sem comentários: