Convite a quem nos visita

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Banco Alimentar da Madeira

Amigos, começa hoje a campanha online para «O Banco Alimentar Contra a Fome (BACF)». Apesar de tudo o que se tem passado, vamos pensar nos mais necessitados, os pobres, os esfomeados da nossa terra. 
Vamos tentar não permitir em nós alguma revolta e alguma má vontade contra o BA e contra algumas instituições de solidariedade que proliferam por aí que são autênticos negócios para meia dúzia (uma coisa são as pessoas que representam mal as instituições, outra são os utentes que são servidos por tais instituições, tentemos nos concentrar nestes  últimos)
Por isso, vamos na medida das nossas possibilidades contribuir para o Banco Alimentar da Madeira. Sempre digo que não precisamos de dar muito, mas se forem muitos a dar, o bolo aumenta significativamente e assim sem sobrecarregar ninguém estamos todos na mesma causa, pensando nos nossos semelhantes que caíram na fatalidade da pobreza, da fome... 
Este ano esta partilha do inverno para o BA, deve ainda ser maior porque a verdadeira indignação e revolta que nos assiste não é contra ninguém, mas contra este mundo, esta sociedade, esta humanidade que teima numa organização de um mundo que em fez de produzir gente com dignidade e feliz, produz pessoas pobres e infelizes. É contra isto que estamos e deve ser contra esta injustiça e má distribuição da riqueza que devemos levar a efeito uma luta bem determinada. Tenho vergonha de viver num país que apresenta dados que nos revelam ser o pior país da Europa no que diz respeito má distribuição da riqueza. Que Deus nos inspire e nos ajude a lutar contra isto. 
Neste site podemos dar alimento a esta ideia da partilha e da solidariedade: www.alimentestaideia.net 
A recompensa virá de Deus e da paz que o coração encontra quando fez o gesto da partilha. Fazer o bem sem olhar a quem, é o que nos deve orientar e dessa forma cada um pode ser sinal de Deus e militante empenhado na construção de um mundo mais amigo, fraterno e justo. 

Sem comentários: