Convite a quem nos visita

sábado, 29 de dezembro de 2012

Ano novo para todos

Curto ensaio poético para o último fim de semana do ano de 2012 às portas do novo ano 2013 que se abrem para nós com esperança...
Sei que vislumbro mais um que se vai
Na aurora do tempo novo que já vem.
Ah, quisera sentir a paz e o sonho
Na sequência da esperança que ponho
Nesta etapa dita em ano que vejo aqui e além.

Nesta feliz convenção, sereno sem medo
Porque dele sabemos todos da prisão.
No fogo interior rebento em festa
Aquele que no estalo não mata, alegra
E na terra cai a semente o dom que será pão.

Eis-nos diante do incerto ano agora novo
Que este dia reserva em solene passagem.
Na alegria agora e sempre os nobres afazeres
O que temos e o que somos? - São mil, os dizeres
Como quem se prepara antes para a viagem.

Neste fim ressuscito no outro começo
Numa fé em saúde e paz é o que peço.
Não sei viver outro modo um ano novo
Só sinto como sente a alma do povo
A coragem que neste poema ofereço.

Ano novo é festa
A paz e o amor nos dará.
Quem sempre busca a força
No trabalho digno a vontade nos trará.
Mesmo que a dor
Diga presente no som.
Mas nada será o fim
Quando faço da vida um dom
Que na alma do tempo Deus fez para mim.

Bom ano para todos! - É o que dizemos...

Não posso, não quero o lamento do que foi
E não temo o que virá.
Entre o que vai e vem
Seduz-me a maravilha da vida
Que Deus humanado me dá...
José Luís Rodrigues

Sem comentários: