Convite a quem nos visita

terça-feira, 29 de janeiro de 2013

O mistério do bem e do mal

É só isto e apenas isto que me apetece partilhar hoje convosco...
A raiz de todos os males não está em Deus, mas no facto da humanidade prescindir de Deus e abdicar de construir o mundo a partir de critérios de justiça, paz e solidariedade. O egoísmo e a auto-suficiência são caminhos que conduzem a humanidade à desgraça, ao sofrimento e à morte.
O mistério do mal é o que provoca o maior questionamento na cabeça dos homens e mulheres em todos os tempos. Este tempo não podia ser exceção. É normal que assim seja, ninguém deseja o mal, mas pouco fazemos para o evitar. Ele existe por todo lado.
O mal resulta das escolhas erradas, do orgulho, do egoísmo e da ganância. O viver orgulhosamente só, mais tarde ou mais cedo conduz à tragédia, porque os caminhos humanos sem Deus e sem o amor, constroem enormes cidades de egoísmo, de injustiças, de pobreza, de marginais, de prepotência, de sofrimento, de desgraças de toda a ordem…
A palavra Deus e todos os valores que esta palavra implica são hoje colocados de lado e a ideia de que é possível fazer caminho fora de um projeto de salvação, conduzem ao confronto, à hostilidade com os outros e ao desrespeito total pela dignidade e valor absoluto da vida. A seguir emerge a injustiça, a exploração, a insegurança, a desconfiança, a pobreza, a violência que cerceiam a vida da forma mais barbara possível. Os outros deixam de ser irmãos, para passarem a ser ameaças ao bem-estar e aos interesses pessoais. Tudo isto conduz a guerras terríveis, que há muito manietaram a felicidade, a alegria e a festa que se devia desejar sempre para todos.  

1 comentário:

Pramos disse...

Bom dia!
"A raiz de todos os males não está em Deus, mas no facto da humanidade prescindir de Deus..."
Eu diria de outra forma, a raiz de todos os males está dentro de cada um de nós, como estamos vazios de Deus ficamos cheios do maligno...