Convite a quem nos visita

sábado, 17 de agosto de 2013

Funchal

Uma homenagem à minha cidade. Funchal. Mais uma vez fustigada pela tragédia. Hoje os terríveis incêndios que lhe consomem os pulmões. E não foi apenas a mancha verde das nossas encostas que se reduzam a cinzas, mas a nossa alma e os nossos pulmões que estão em cinza negra, em pó. Ainda assim, esta é a melhor cidade do mundo. Pois, será sempre onde regresso qual fénix que renasce do meio das cinzas... 
Não nasci em ti, eu sei e todos sabem
Mas desde a hora que sou gente
Tu nasceste em mim para sempre, cidade!
E por mais mundo que me veja
Sempre te regresso como sede procurando a fonte
Para que nós os dois nos abracemos
Na ternura do mar
E da vida errante que pulsa dentro ti e em mim.
José Luís Rodrigues

Sem comentários: