Convite a quem nos visita

sábado, 3 de agosto de 2013

Voo

Poema para o fim de semana...
Na suavidade de um círculo deslizou uma palavra
Mais um pensamento volátil sentido no alto da luz
Que as árvores repousaram face ao cansaço
Da esperança que os ramos retiveram
Quando verteu uma paragem nos dias
E o voo se fez no encantamento da cor
Pois a tarde ardente fez o caminho
E a meta intermitente também se animou
Com o sinal da justiça e da paz.
E eu vi mais longe uma flor
Que dizia mesmo que baixinho
Vem e sente o valor de um beijo
Na hora certa da emoção da amizade.
Não. Não. Não podem fazer dessa elevação
Um prémio ou o troféu em ouro
Mas a necessidade da visão aqui
E votada ao longe de um centro que te diz
O tudo na voz aberta quando te revelas
Na presença do sabor doce do fruto
Que colhi nos campos húmidos na planície
Do pensar da alma feita inteligência.
E nós todos no voo mais alto da existência
Olhamos o rosto de Deus no outro
No momento do reflexo do sol maior
Porque o brilho entrou no fundo do jogo
O jogo ardente do coração que se ergue no poço do sangue.
José Luís Rodrigues

Sem comentários: