Convite a quem nos visita

sábado, 28 de setembro de 2013

Cáritas: tudo para olho da rua já

Mas quando é que isto vai acabar?
Não tenho mais palavras para isto… Chega. Enojam-me. Revolta-me. O melhor será estar calado. Até porque já não tenho vontade anímica parra comentar atitudes tão estranhas e contra a caridade dos outros. Não quero faltar à caridade. Por isso não se apressem para lerem muita coisa a este respeito neste blogue. Já várias vezes que me prometi não dizer mais uma única palavra sobre a Cáritas, esta OG da Madeira. Mas os insultos contra os pobres estão a chegar em catadupa. Face a isso é quase irresistível.
Mas, vamos então apenas isto.
Esta coisa de se proceder insultuosamente em relação a quem não tem o necessário para viver brada aos céus. Mais ainda se provocado por instituições ligadas à Igreja Católica. Já tinha pensado que a Cáritas por se ter «governamentado» tanto corria o risco de se destruir a si mesma e que ia contribuir para que a sensibilidade apuradíssima dos nossos cidadãos para a partilha e solidariedade começassem a ser menores. Está aí à vista de todos.
É com muita pena e tristeza que vejo isto. Mais grave ainda são as explicações que se apresentam para justificar o injustificável.
Se dependesse de mim há muito que esta direção da Cáritas estava toda no olho da rua… 

Sem comentários: