Convite a quem nos visita

sexta-feira, 4 de julho de 2014

Brilhante testemunho de fé da Judite de Sousa

O coração dilacerado pela perda do filho de forma acidentada de uma mãe que encontra força e coragem na fé. Brilhante testemunho. Grande mulher e grande mãe. Aliás, continuará a ser mãe, de certeza, para todos os que encontrar no seu caminho. Que Deus abençoe a Judite de Sousa.
"Meu Deus e meu Pai
Desfeito em átomos de água, partiu hoje para o teu infinito o filho que me deste.
Gerei-o com amor, criei-o com carinho e eduquei-o o melhor que soube. Foi meu companheiro e meu ânimo nas muitas tempestades que tenho atravessado.
Hoje não tenho nada.
O muito que tinha foi para junto de ti.
A sua alma de menino e o que restou do seu corpo de anjo também já foi desfeito em fumo.
Estou só.
Terrivelmente só.
Só como há séculos, quando a tua mãe, nossa Senhora, te acolheu no regaço depois de te despregarem da cruz no calvário.
Eu agora nada tenho.
Nas distorcidas imagens que os meus olhos rasos de lágrimas salgadas e já secas, vejo nitidamente, o teu rosto misericordioso.
No plano infinito da eternidade já está o meu menino. Tapa-o com o teu manto divino que as noites são frias para lá do Universo, ele é um bom menino.
O meu menino!
E se vires que pode merecer alguma coisa da dor desta perda sem remédio, rogo-te, meu Pai, que pronto me leves a vê-lo, que nestes dias as saudades apertam mais este meu coração trespassado pela dor.
Eu só fui mãe deste filho.
Hoje, já não sou mais mãe de ninguém”.
(Judite de Sousa) 

20 comentários:

A.V.M.M. disse...

Um belo texto carregado de muita emocao e dor,parebens JUDITE DE SOUSA,e se forte pois nestes momentor de dor,temos que arranjar forcas no mais profundo do nosso ser..

Maria Irene Bernardo Cardoso disse...

Ex.ma Senhora Dra. Judite de Sousa: continua a ser a Mãe do seu Menino, nunca deixará de ser a sua Mãe. Ele está, agora numa outra dimensão, junto de Deus. E, agora, é ele quem a protege, quem a acarinha quem a acompanha. Fale com ele: tenho a a certeza de que ele a escuta. E fale, sobretudo, com Deus. Fale com Ele, questione-O. Mas não deixe de Lhe falar: com o coração todo partido, com lágrimas, com saudade: de Deus, do seu Menino.
Carinhosamente,
Maria da Paz
myriam.pax@gmail.com

Cristina Loureiro dos Santos disse...

Sem palavras.

Maria Rodrigues disse...

Não se consegue imaginar a dor que está a passar neste momento tão difícil, qualquer palavra de ânimo que se queira transmitir é quase impossível de a confortar. Desejo que consiga arranjar forças para viver o seu dia a dia e continuar a apresentar-nos as notícias umas boas outras muito más. Eu também sou mãe de um só filho e quando estes casos acontecem é sempre uma angústia.

Flor de estufa disse...

Sra Dra Judite, BOA NOITE, admiro a sua fé TÃO IMPORTANTE NESTES MOMENTOS!Muita força e serenidade neste momento. Atenciosamente,
Inês

Ana (Ballet de Palavras) disse...

A morte de um filho !
Quando o filho de "Cissa Guimarães" faleceu senti-me em choque. Aliás sempre que me deparo com uma mãe órfã, porque também eu sou mãe!

Os meus sentimentos Judite de Sousa! Paz à alma de André!
Ana Santos

http://balletdepalavras.blogspot.pt/2010/07/mae-orfa.html

(Extraído do meu blogue aquando da morte do filho de Cissa Guimarães porque não tenho, tristemente, lamentavelmente outros palavras que definam o sentimento de mãe órfã)

idalina disse...

Nenhuma mãe devia sentir a dor de perder um filho.
Que DEUS lhe dê forças e coragem para suportar essa grande perda.
A Judite é uma grande mulher e uma lutadora.
idalinaramada@gmail.com

Viseu disse...

Judite. O seu texto é lindo, mas tem que acreditar que continua a ser mãe. O seu filho cumpriu a missão e foi para o Céu, para a eternidade onde será uma luz para si em priemeiro lugar, depois para todo o Universo. Nós estamos todos unidos. Agora de um modo invisivel, depois de modo vizivel será a grande festa que não acaba nunca. O seu filho vive. Os seus olhos humanos não podem ve-lo mas a vida dele apenas se transformou e mais do que nunca está bem perto de si... A Judite pode no seu interior falar com ele...
Tal como nossa Senhora continua ser mãe. na profissão que tem consegue com a sua postura e palavras chegar ao coração de todos quantos a vêm e escutam, porque há muitos modos de ser mãe.
A mãe transmite calma, paz, Dignidade, compromisso, Lealdade... A Judite consegue transmitir isso e muito mais a um publico que nos tornamos filhos seguidores desses valores, que estam em si e que sem se aperceber tranmite, nós os recebemos e partilhamos uns com os outros e conseigo. Coragem Judite.
Floripes Fernandes.
Sou uma sua ouvinte

carlos manuel fernandes de lima disse...

Querida Judite(permita que a trate assim) é com o màximo respeito que um ser possa ter pelo outro. A vida nâo é nossa, a vida foi DEUS que no-la deu a nossa vida pertence-lhe. A Senhora que com a sua profissionalidade foi ganhando a simpatia e o apreço,de milhôes, ao longo da sua carreira profissional ,(POR FAVOR) nâo deseje a morte, no Mundo em que vivemos e para nòs que CREMOS somos todos filhos de DEUS e ao seu redor estâo muitos "irmâos" e novos "filhos" para quem a Judite pode vir a ser a Mâe ou a irmâ que eles nunca tiveram. Esta é a oportunidade que DEUS lhe oferece e que a Judite com o seu saber e experiencia nâo pode desperdiçar, e estou convicto que cada dia que passar virà a sentir a felicidade pelo bem que vai fazendo pelo pròximo.Por favor,continue a dar-nos o muito de bom que tem em si,este Mundo precisa.

O meu Espaço disse...

Um beijinho muito grande Judite e que Deus console esse coração e essa falta que ninguém pode substituir.Com muito carinho Eva Meireles Martins

licia disse...

SO UMA MAE PODE TRANSMITIR ESTA MENSAGEM D AMOR INFINITO JUDITE E UMA GRANDE SENHORA E UMA MAE DE CORAÇAO PARTIDO SENHOR DEUS PELO TEU AMAO FILHO JESUS CRISTO E SUA IMACULADA MAE CUIDA DESTE FILHO COM GRANDE AMOR ELE NAO ESTA SOZINHO MAS SUA MAE SIM DA LHE FORÇAS PARA ELA PODER CONTINUAR O CAMINHO DELA
BEM HAJA D. JUDITE SOUSA

PortugalQue futuro? disse...

QUE O SENHOR LHE DE MUITA FORÇA

Júlia Silva disse...

Apenas lhe consigo enviar um beijinho solidário e amigo!...

Unknown disse...

"Deus mora nos lábios de quem reza." Mia Couto

big river disse...

Dra Judite deixe-me que lhe diga que o que lhe aconteceu nao deveria acontecer a ninguem mas nos nao podemos mandar e nao ha palavras que consigam confortar alguem nesta situaçao.
Posso e dizer-lhe que ja perdi os meus Pais ambos em 1996 com diferenca de tempo de 5 meses e assim tb sei o que custa perder alguem. Tambem penso que um dia nos tornaremos a encontar .
So sei que eles tambem me fazem muita falta o meu mundo nunca mais foi o mesmo.
Mas Deus ha-de nos dar forças para continuarmos a nossa caminhada .
Beijinhos da Teresa Ingles

Alípio Soares disse...

Que o Senhor da Vida a conforte com amor e carinho.Deus não esquece aqueles que Dele dão testemunho.O seu testemunho vai ajudar muita gente a reflectir e rumar outros caminhos que, por vezes surgem, sem que nós tenhamos oportunidade de inverter oi caminho.As sua palavras inspiradas por Deus frão com que muitos dos nossos semelhantes tomem um rumo certo.Com esta atitude deixará alegre seu filhinho e o SEU MESTRE E COMPANHEIRO da eternidade.Um beijo de solidariedade.Alipio Hernâni Soares.

São Mascarenhas disse...

Dra. Judite de Sousa, um dia reencontrará o seu Menino, até essa hora ele velará por si.

Saudações fraternas

Anabela Carvalho disse...

Judite Sousa!


Tenho a dizer que tu tiveste um filho na tua vida, mas eu, nem nisso pude pensar, pois aos onze anos de idade vi a minha vida completamente virada do avesso, razão pela qual, nem direito a pensar em tal tive, já que a partir dos doze anos de idade, foi só trabalhar, para ajudar os meus queridos pais e irmãos, já que sou a mais velha. Sofri imenso ao longo da vida, desde a discriminação, a marginalização, a perseguição política, a injustiça e a pobreza. Aos catorze anos de idade fui empresária à força. Fui precoce e com a graças de Deus, tudo suportei e superei. Estou viva, e embora não tenha tido pelo menos uma dúzia de filhos de quem teria toda a felicidade de ser mãe, sou hoje, mãe de muita gente, e até avó e bisavó, pois tenho 51 anos de idade, de quem muito necessita de mim. Não estou só, não! E sabes uma coisa? Sou profundamente feliz e grata por tudo ao Deus criador e Rei de todo o Universo. Confesso que chorei ao ler o que li, mas Deus sabe a cruz que nos põe sobre os ombros e com absoluta certeza que nos dá a força suficiente para carregar essa mesma cruz. Louvado seja Deus! Para sempre seja louvado!

Noémia Nunes Pisco disse...

Querida Judite
Peço a Deus na sua misericórdia que a ajude e lhe de força na sua vida profissional e particular, entregue a Deus e a sua Mãe e fale com Eles.
Peço muito em si muita força
muita coragem.
Um abraço gostei muito do que escreveu um beijo

maria do rosário baião disse...

Minha querida Judite, foi com imensa dor no meu coração que li as suas palavras.
Gostava de ter o poder de a ajudar mas não tenho, não consigo, não posso mas se pudesse acredite que o faria.
Ninguém consegue saber a sua grande dor, só sabe quem por "ela" infelizmente e desgraçadamente passou mas não tenho palavras para a confortar de tamanha dor mas peço a DEUS que a ajude neste momento............não sei mais o que dizer.bjos Maria do Rosário Martins João Simões Baião