Convite a quem nos visita

terça-feira, 8 de julho de 2014

Greve dos médicos a quanto obrigas

Não é preciso dizer muito sobre esta notícia que põe em causa consultas, cirurgias e a vida de tanta gente. Há sectores da sociedade que o Estado devia proporcionar todas as condições para que a greve nunca tivesse que acontecer. Por exemplo, a saúde e a educação. A vida humana é o mais importante de tudo. A dignidade, a qualidade de vida sem sofrimento das pessoas não podem parar. Mas, há gente que continua a brincar com tudo isso, cujas razões principais radicam no dinheiro. É pena que tenhamos que assistir continuamente a esta tragédia que vai levando à prática a eutanásia de um povo. 

Sem comentários: