Convite a quem nos visita

sábado, 27 de setembro de 2014

O outono transmutado

Para o fim de semana. Sejam felizes sem prejudicar nada nem ninguém...
Temos caminhos em lombos e vales
temos passos que se fazem em volta
com encontros e desencontros
no sol intermitente dos homens
e temos luz quando permitem as nuvens
mesmo quando o pensamento
às vezes transparece na divisão lancinante
do poema.
Temos união no sorriso das flores
que aquela colina desvela
nas letras que generosamente
descrevem o sentido
que busco em cada pedra
da visão clara deste tempo da amizade.
Temos som mais em música divina
nas folhas mortas do outono triste
que alguma vez faz húmus fértil
na passagem da transmutação
antiga da água
que verte a emoção
nos dias da vida perene
da felicidade nossa e de Deus.
Temos o desencanto
que me molhou a face
porém quando fiquei seguro da mão
que nos dá em força o passado
serenei porque secou-me o pranto
o desassossego do mistério
que pergunta ao vazio
por uma réstia do que me fizeram.
Temos então aí o contentamento
firme no que me deram para ser.
José Luís Rodrigues

Sem comentários: