Convite a quem nos visita

terça-feira, 9 de setembro de 2014

Por um momento…

Estavas lá, naquele recanto do sonho, onde a vida sempre plantou uma esperança para que o nosso tempo, não fosse a cruz, a sombra. Mas antes a certeza de um agora feliz, mesmo que seja um sinal, um pequeno sinal, desse mar futuro. Nada pode acabar para quem sonha na esperança.
Então ensina-nos Clarice Lispector:
Precisão
O que me tranquiliza 
é que tudo o que existe, 
existe com uma precisão absoluta. 
O que for do tamanho de uma cabeça de alfinete 
não transborda nem uma fração de milímetro 
além do tamanho de uma cabeça de alfinete. 
Tudo o que existe é de uma grande exatidão.
 Pena é que a maior parte do que existe 
com essa exatidão 
nos é tecnicamente invisível. 
O bom é que a verdade chega a nós 
como um sentido secreto das coisas. 
Nós terminamos adivinhando, confusos, 
a perfeição.

Sem comentários: