Convite a quem nos visita

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Oração a São Francisco, em forma de desabafo

Porque é Quarta Feira de Cinzas…
D. Pedro Casaldáliga
Compadre Francisco,
como vais de glória?
E a comadre Clara
e a irmandade toda?
Nós, aqui na Terra,
vamos mal vivendo,
que a cobiça é grande
e o amor pequeno.
O amor divino
é mui pouco amado
e é flor de uma noite
o amor humano.
Metade do mundo
definha de fome
e a outra metade
de medo da morte.
A sábia loucura
do santo Evangelho
tem poucos alunos
que a levem a sério.
Senhora Pobreza,
perfeita alegria,
andam mais nos livros
que nas nossas vidas.
Há muitos caminhos
que levam a Roma;
Belém e o Calvário
saíram da rota.
Nossa Madre Igreja
melhorou de modo
mas tem muita cúria
e carisma pouco.
Frades e conventos
criaram vergonha,
mas é mais no jeito
que por vida nova.
Muitos tecnocratas
e poucos poetas.
Muitos doutrinários
e menos poetas.
 - Que nos anime a fé e a esperança, como tão bem sabia disso o grande sábio Miguel de Unamuno:
«... se a Deus me agarro com todas as minhas forças e todos os meus sentidos, é para que Ele me leve em seus braços além da morte, fitando-me nos olhos com seu céu, quando eles se me apagarem para sempre... E engano-me? Não me falem de engano e deixem-me viver!» (Miguel de Unamuno, 1996).

Sem comentários: