Convite a quem nos visita

sábado, 5 de setembro de 2015

Reflexo

Como oração para o nosso fim de semana. Sejam felizes sem prejudicar ninguém...
Para o menino Aylan Kurdi
Nos braços das águas do mar imenso
além e aqui a incompreensão da injustiça
uma praia do mundo vomita a desumanidade
porque inocente e pobre jazeu frágil o horror
ser menino morto tomara jamais ser verdade.
José Luís Rodrigues

1 comentário:

José Ângelo Gonçalves de Paulos disse...

Padre José Luís Rodrigues, Amigo e Irmão, este menino como outros e outras meninos e meninas, lhes foram tiradas as suas vidas biológicas. O mundo está doente com uma profunda patologia de indiferença, de ódios, rancores, para quem, para esses malucos todos que nos governam, as vidas humanas, independentemente, das suas idades de nada lhes interessam. Eles querem é dinheiro e poder. E o mundo desvia o olhar fecundo, mergulhando o seu olhar, não, apenas, de clemência, ou de compaixão, mas de indignação sobre o que se está a passar neste mundo profundamente agitado e excitado em mediocridades, tais como uma candidata, que se diz de esquerda, na sua aburguesada mentalidade, resolve despir-se, para ostentar o seu corpo pré-natal e desviar as nossas preocupações, porventura, mais nobres como a dor, por ver esse menino morto. Não! Foram os nossos olhares para esse corpo, que vive no amanho das mais nefastas hipocrisias e de falta do mínimo de pudor. Um abraço