Convite a quem nos visita

sábado, 31 de outubro de 2015

A cortina do mundo

Para o nosso fim de semana. Sejam felizes sempre sem prejudicar ninguém.
Subimos destemidos
as montanhas do mundo
quando os amigos
quiseram sentir a paz e o vento.

Mas entre dois gumes
Estava a luz e o som
cortantes da serra
na ponta dos pinheiros
que os homens antigos
plantaram sobre a mão
entrecortada dos poios toscos.

Chegados ao cume da última visão
mostraram os deuses a cortina
horizontal do nevoeiro denso
e branco deste pensamento
que o poema atesta
pelas palavras desconexas
que a minha vontade
lança sobre a folha despojada
do vazio amigo que morre
na conjugação de cada letra.

Não digo mais além do que vi
mesmo quando tantos outros
tenham orquestrado a maldade
porque inventaram vis
os trilhos solitários
que nos conduzem ao céu
depois do frio e da morte.
José Luís Rodrigues

Sem comentários: