Convite a quem nos visita

segunda-feira, 25 de abril de 2016

A liberdade

"Já não vos chamo servos, mas amigos" (Jo 15, 15).
- Eis a liberdade. A minha liberdade.

Quando é um poema que canta o sonho
porém letra a letra cozinhada
o acompanha
é uma palavra apenas.

O poema emerge
é o dom maior que o céu nos deu
nada se igual à liberdade
se nos faz responsáveis para a amizade
como o poema conjugado
no canto solene do ideal.

Vamos sempre lá neste dia
onde os cravos foram balas
e a palavra para sempre liberdade
- que hoje para a amanhã
somos desejo e vontade de participar
nesta luta sem tréguas
contra a fome ingente
que o sonho frustrou
a tanta gente.

Acordemos e sejamos liberdade
ideal presente e conseguido
à mesa da fraternidade.

Viva o sonho. Viva a liberdade.
Viva o 25 de abril sempre.
JLR

Sem comentários: