Convite a quem nos visita

sábado, 23 de abril de 2016

Razão encharcada

Para o nosso fim de semana. Sejam felizes sempre sem prejudicar ninguém.
Águas mil no chão do mundo
que se desprendem dos céus
e copiosamente humedecem
a terra sobre as mãos.
O caudal do desejo
vê-se irrigado pelo sangue
que as artérias da cidade
fazem passar todas as gentes
do mundo que os gigantes dos mares
trouxeram de longe.
Então vimos uma água fértil
calando os campos do tempo
memória estranha neste presente
que em mim faz uma sensação indolente,
foi sentido o silêncio ao longe e ao alto
onde estou e como sou
é o tesouro da razão o que restou.
José Luís Rodrigues

1 comentário:

rosa-branca disse...

Lindo poema que gostei muito. Ser feliz sem prejudicar ninguém, que bom seria se se cumprisse. Um abraço com carinho