Convite a quem nos visita

terça-feira, 21 de junho de 2016

As vítimas do sectarismo

Imagem Google
O dicionário, «o farta burros», como alguém uma vez me disse e eu achei imensa graça, diz que o sectarismo é «Intolerância; comportamento de quem é intolerante, sectário; estado de quem expressa intransigência: o sectarismo de algumas doutrinas religiosas. Próprio de uma seita, religião e doutrina; estado ou atributo do que é sectário». Porém, dentro deste tema, há outro que merece ser tratado com bastante acutilância, o sectarismo quando resvala para o radicalismo ou fundamentalismo, quer de cariz religioso quer de cariz político. É deste sectarismo radical que resulta toda a insegurança, terrorismo, o medo, o ódio e, essencialmente, vítimas inocentes...
Em todos os domínios quando impera esta forma de vida, mal sabem que os que a praticam fazem vítimas de ambos os lados. São vítimas, os que estão no lado que suscita a intolerância e são ainda mais vítimas os autores desse tal sectarismo. Por isso, não vou perder tempo a escrever sobre as características de quem é vítima do sectarismo, porque não são muitas. É suficiente o seguinte.
Pouco ou nada deve importar que não toleram a nossa maneira de ser, o nosso pensamento, a nossa coragem em assumir o que se diz emprestando o nome verdadeiro e a fotografia… Não ligar ou não se importar mesmo nada com o sectarismo que provocamos, só porque somos o que somos na medida daquilo que podemos, deve ser a atitude para todos os dias. Neste âmbito, podemos dizer que só é vítima quem quer.
Mas as piores vítimas estão precisamente do lado de quem pratica o sectarismo, só porque sim. Porque entende sem conhecer o todo, que pode simplesmente erradicar intolerantemente esses que alinhou no seu consciente que não prestam, não servem para nada ou simplesmente tudo o que são e dizem é sempre do pior. Nada se aproveita deles.
Estão reunidas todas as condições para que o sectarismo faça as piores vítimas precisamente em quem o pratica. Vítimas do seu próprio veneno, vítimas das suas ações fechadas sobre um pensamento único, vítimas da tristeza de pensarem que a sabedoria só está naquele grupo ou naquelas pessoas que hoje consideram eleitas, vítimas de uma rede pequena de relações de amizade ou de amor, vítimas de uma visão curta sobre o mundo, as pessoas e a vida toda, vítimas de um egoísmo que as conduzirá à depressão e ao sofrimento quando se desiludirem amanhã com aqueles que fecharam dentro do círculo, vítimas de um ego pequeno mas que consideram ser do tamanho do universo, vítimas de um inferno que alimentam dentro de si mesmos… Tudo isto e muito mais, o que a sectarismo provoca a quem o pratica. Basta estar atento.

Sem comentários: