Convite a quem nos visita

sexta-feira, 16 de setembro de 2016

Uma brasa que queima a alma

Para o nosso fim de semana. Sejam felizes sempre nunca prejudicando ninguém.
Não disfarço a compaixão
que me provoca a tua raiva
ainda mais se sei que foi fruto do bem
que fiz em nome da misericórdia.
Aceito serenamente
e engulo as tuas provocações,
o sangue a ferver-te dentro do corpo hirto
coluna de fogo incandescente do ódio,
e poder espumado pelo ciúme.
És terreno baldio solitário
que cavo, rego e planto pela paz,
não crio confusão, não faço escândalo
porque passada esta noite escura
vou te mostrar como foram inúteis
todas as palavras azedas aprisionadas,
reflexo da brasa que te queima a alma.
JLR

Sem comentários: