Convite a quem nos visita

sábado, 27 de maio de 2017

Momento fúnebre

Para o nosso fim de semana. Sejam felizes sempre, nunca prejudicando ninguém.
Naquele dia sem hora 
E sem guia misteriosamente
Um fogo enorme dentro da mão
Que os meninos já mortos
Denunciam a desolação 
Das mães que choram
Para sempre a inutilidade do parto.

Todos os frutos perdidos
Caíram podres no chão 
Da lama negra e repugnante
Como sinal da fétida injustiça
De muitos homens
Quando lhes falta o pão
Sobre a mesa posta dos inocentes.

É este o retrato horrendo
Que os dias contados 
Para sempre refletem
Se teimosamente os corações
Estiverem sempre mortos
Dentro de corpos vivos. 
JLR

Sem comentários: