Convite a quem nos visita

sexta-feira, 9 de junho de 2017

Um desmentido bem vindo

Tendo em conta que me indignei e propalei a notícia do «Funchal Notícias» que dava conta da venda do antigo Seminário da Encarnação a um grupo hoteleiro da nossa praça, aqui faço eco do comunicado do Gabinete de Informação da Diocese do Funchal, para que conste o que aqui é negado para que possamos lembrar o que venha acontecer ao futuro deste imóvel. É importante salientar para não esquecer: «a Diocese do Funchal não irá proceder à venda do Seminário da Encarnação, nem nunca participou em negociações com essa finalidade. Aliás, como já referido em outras ocasiões, a alienação nunca foi hipótese»
No entanto, mantenho tudo o que afirmei quanto à forma como os padres em geral e os leigos são tratados quanto ao património da Igreja da Madeira. Não desejando que o antigo Seminário da Encarnação se mantenha tal como está, abandonado e degrado, mas que venha a ter um destino que corresponda à ação e missão da Igreja, afirmo com alegria, graças a Deus que não se confirmaram os zunzuns que circularam na nossa praça.  
ESCLARECIMENTO SOBRE O SEMINÁRIO DA ENCARNAÇÃO
Tendo em vista repor a verdade sobre notícias publicitadas recentemente no órgão "Funchal Notícias", este Gabinete vem esclarecer que a Diocese do Funchal não irá proceder à venda do Seminário da Encarnação, nem nunca participou em negociações com essa finalidade. Aliás, como já referido em outras ocasiões, a alienação nunca foi hipótese.
Ao longo dos anos, vários órgãos da Diocese do Funchal têm procurado uma solução para aquele imóvel, tendo sempre em atenção a sua história, simbolismo, mas também as possibilidades legais para a zona e a viabilidade a longo prazo de qualquer projeto que ali seja implementado.

Sem comentários: