Convite a quem nos visita

sábado, 8 de julho de 2017

Profecia do tempo que passa

Para o nosso fim de semana. Sejam felizes sempre, nunca prejudicando ninguém.
Há tantos donos do mundo
e tão poucos donos de si mesmo
poucos a comandar o seu pensamento
a sua criatividade
a sua vontade
o seu amor
a sua vida…

Porque é mais fácil ser guiado
e comandado pela mão dos outros
ser infértil na ousadia de criar
preso sem asas e sem pés
ao que os outros dizem ou disseram
numa hora qualquer cheia de manhosice
foi a criação da loucura
da vida pelo mais fácil
mesmo que sejam
cegos a guiar outros cegos…

A inconsciência da estrada
trava os passos e a razão
não há amigo que reflita
nem mão que segure a paixão de quem chora
o desalento e o desencanto
de ver tantos com livros fechados
por agora e para sempre
eis o motivo que me consome neste pranto...

As palavras são sangue
o último reduto ardente
de uma tristeza teimosa sobre a carne
qual remorso cortante e incontido
que escorre nas veias o fel amargo e quente
gota a gota foi uma visão
que alguém impiedosamente
sangra deste pobre coração…

Neste desabafo a vida corre
e pelos lábios balbucio enrouquecido
a constatação do mundo amargo
tantas vezes ferido pela dor e pela morte
mas mesmo assim nos versos teimarei
digo o que sei pela revolta
até ao fim quando do corpo já morto
pela alma para sempre viverei...
JLR 

Sem comentários: