Convite a quem nos visita

sexta-feira, 16 de março de 2018

Vamos rezar juntos

a dor do nosso quotidiano chora a angústia do sofrimento causado pela violência. Daí as lágrimas e o sangue que se derramam nos campos da existência, que reclama justiça. Nós andamos perplexos perante alguma humanidade que dilacera outros corpos seus semelhantes, levados ao martírio pela brutalidade das armas do ódio e da vingança. É preciso dizer não à violência. E que o sangue derramado dos nossos semelhantes seja semente que faz brotar nova vida, iluminada pelo respeito da diferença, que deve ser o alimento que faz sorrir a humanidade na feliz convivência. 

Sem comentários: