Convite a quem nos visita

sábado, 26 de maio de 2018

Vamos rezar juntos

Deus é «trindade». Gosto mais de dizer «trindade» do que «trinitário». A nuance no feminino, parece-me, que humaniza ainda mais o Deus em que acredito. Porque concebo Deus como «Mãe» e «Pai», embora a tradição sempre tenha apresentado Deus exclusivamente como «Pai». Não me parece também que não esteja bem presente Deus Pai e Mãe, naquele som cheio de ternura de Jesus quando pronuncia a palavra «ABBÁ» (que a tradução convencionou designar com a palavra ilustrativa de «Paizinho»). Enfim, Deus é Deus, sempre divino e humanado, feminino e masculino, que na Pessoa de Jesus de Nazaré demonstrou ou revelou a plenitude de Deus para toda a criação. Neste rosto, está o Deus da vida em abundância que está em tudo e em todos. Por isso, em nome do Pai/Mãe, do Filho e do Espírito Santo, somos nós todos o mistério do amor salvador, que compete a todos nós procurarmos viver em todas as horas da vida, para que o mundo se torne o lugar teológico da existência feliz.

Sem comentários: