Convite a quem nos visita

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Comentário à Missa do Próximo Domingo

Domingo II da Quaresma
28 de Fevereiro 2010
A Transfiguração
o relato de Lucas descreve-nos de uma forma sublime a transfiguração deJesus. No lugar do monte, altera-se o aspecto do rosto de Jesus. Está napresença de Pedro, João e Tiago. Estes quatro amigos subiram ao montepara orar. Durante a oração dá-se a transfiguração de Jesus: «o aspecto do seu rosto e as suas vestes ficaram de uma brancura refulgente». Este momento deve ter sido extraordinário para os discípulos que embora cheios de medo se revêem na exclamação de Pedro: «Mestre, como é bom estarmos aqui».
A oração e o silêncio transfiguram Jesus, para que a voz de Deus se fizesse ouvir mais uma vez: ''Este é o meu Filho, o meu Eleito: escutai-O", O sinal da presença de Deus é muito evidente e mostra a predilecção amorosa pelo Seu Filho que é este mesmo que se faz rosto visível diante da humanidade.
Hoje, Jesus toma consigo cada um de nós e leva-nos ao monte da vida e mostra-nos também a voz misericordiosa de Deus Pai, que nos revela como é importante escutar a voz do Seu Filho, presente na existência humana em todos os tempos e lugares da história .
À maneira de Jesus todos necessitamos de transfiguração. Mas de uma verdadeira transfiguração do coração que nos leve a assumir atitudes de justiça e de amor perante os nossos irmãos. Os soberbos de coração, precisam de transfigurar-se para a eficácia do perdão e da humildade. Os mentirosos, necessitam de converter essa propensão para a verdade das palavras, das atitudes e dos gestos. Os que vivem mediante a violência dos actos e das palavras, precisam de transfigurar essa tendência desumana para a autenticidade do diálogo e da paz como únicos caminhos que nos movem para a luz da salvação. Só esta transformação dará sentido à vida.
Ainda são tantas as pessoas e tantos modos de vida que necessitam de transfiguração que não cabem nesta reflexão. Por isso, cada um é desafiado a procurar mediante a sua liberdade quais são os aspectos da sua vida concreta que requerem uma mudança. O desafio está lançado por Jesus Cristo.

1 comentário:

José Ângelo Gonçalves de Paulos disse...

Padre José Luís é um texto muito difícil de ser analisado por alguém ,como eu, que nunca frequentou teologia. É, para mim, uma alegoria a Transfiguração. Mas, descendo ao mundo tal como manda o seu rico texto, precisamos, tb nós, os humanos de ser transfigurados, transformados a partir do coração pq que é lá onde reside Deus. Só a limpidez dos corações dos homens e mulheres dos nossos tempos é que o mundo se modifica e se transforma, para não dizer que se transfigura. E vê a face verdadeira de DEUS. É uma 3espiritualidade muito profunda.