Convite a quem nos visita

sábado, 31 de dezembro de 2011

«Não tenhais medo» - Blogosfera

Nota do autor do blogue: face à chegada do ano de 2012, com todos os anúncios catastrofistas a todos os níveis, incluíndo o reincindente fim do mundo, somos levados a retemperar forças, coragem e vontade de viver sem qualquer sombra de medo... Não nos desconcentremos do essencial e do importante. A vida sem crise, sem sacrifícios, sem desafios, sem dificuldades não tem muita graça. São estas condicionantes que aguçam a criatividade, a amizade, a solidariedade e todos os valores que embelezam a vida deste mundo. Por isso, sem medo do futuro vamos adiante seguros nas nossas capacidades e convíctos na esperança. Afinal, sem medo de nada nem de ninguém... Um abraço a todos os meus leitores e um ano de 2012 muito feliz no alicerce das dificuldades que seremos capazes de vencer se nos unirmos no interesse da justiça e do bem comum... Deixo aqui este testemunho muito interessante sobre o deslumbramento do mundo novo que Deus nos ofereceu no domínio da comunicação. Palavras que faço minhas integralmente, porque são uma bela resposta a todas as investidas ocas que ainda pairam em alguma Igreja Católica contra o mundo novo da blogosfera.
«Não tenhais medo»
Estas palavras marcam o início do Pontificado de Sua santidade o Papa João Paulo II. São palavras que constituem hoje para mim um enorme desafio e um convite à desinstalação. São palavras que me têm conduzido, nomeadamente nos mais de 5 anos que levo já a escrever em blogues.
O mundo dos blogues e das demais redes sociais – facebook, twitter, etc. –, apesar de virtual, captou já a atenção dos mais jovens e é, para muitos, a forma de comunicação por excelência.
Sem obrigatoriedade de mostrar a cara e sem que ninguém exija identificação, as redes sociais acolhem, só em Portugal, centenas de milhares de jovens, ansiosos por comunicar. E se é verdade que muitos são eles próprios fontes de comunicação, não são menos os recetáculos de informação; à espera de uma Boa Notícia.
Este constituirá, hoje, o principal motivo para que eu continue a alimentar, decorridos mais de 5 anos, um blogue. Um blogue de cariz essencialmente social e político, no qual tento dar, nos mais diversos assuntos, uma perspetiva cristã.
A tarefa é difícil e tem adversários poderosos, como sejam o politicamente correto, uma comunicação social adversa, políticos sem coragem e incapazes de dar testemunho, as ideias feitas, o facilitismo, a atratividade das novas filosofias de vida e a cada vez maior incapacidade de aceitar as dificuldades da vida e o sofrimento.
Acresce a isto o amadorismo com que os católicos comunicaram nas últimas décadas, com um discurso pouco atrativo e, muitas vezes, obscurantista.
Nos últimos anos, porém, a situação tem vindo a inverter-se. A recente visita de S.S. o Papa Bento XVI a Portugal é disso exemplo, tendo apostado numa comunicação profissional e eficaz. Considero que a presença de católicos nas redes sociais, nomeadamente nos blogues, é essencial e, nos próximos anos, obrigatória. A sua ausência, nos últimos anos, permitiu que uma minoria ateia e anti-clerical conseguisse impor as suas ideias. O resultado está à vista: aborto, casamento homossexual e (quase) a eutanásia.
A perseguição dos cristãos e o martírio foram profetizados. Isto não implica, porém, que percamos por falta de comparência. A Boa Notícia – o imenso Amor de Deus por todos – tem que ser dada. Como disse S.S. o Papa Bento XVI, no encontro que teve em Portugal com o mundo da Cultura: “Fazei coisas belas, mas, sobretudo, fazei das vossas vidas lugares de beleza.”
Rui Castro
Jurista
In Observatório da Cultura, n.º 14 (Novembro 2010)
Imagem Google...

3 comentários:

José Ângelo Gonçalves de Paulos disse...

Padre José Luis os dois textossão belos e dão-nos o testemunho adulto e amadurecido que se quer sp "sem ruga e sem mácula" .Os seus blogues ao longo do ano são bálsamo sublime para curar as nossas feridas e fragilidades que o mundo actual nos impõe. Bem haja por tudo o que faz para que esta igreja madeirense tenho um rosto e uma carta ridente.Bom ano tb para Si

CeNation disse...

quando estamos rodeados de negativismos estas palavras são uma lufada de ar fresco que é como quem diz de esperança! OBRIGADA!!

José Luís Rodrigues disse...

Muito agradecido... Um ano feliz. Vamos adiante com a coragem e convicção do Evangelho do Mestre dos mestres: Jesus Cristo. Um abraço fraterno.