Convite a quem nos visita

quarta-feira, 2 de agosto de 2017

“Eu e Deus”

“Eu e Deus”, esta semana com o famoso professor Tibúrcio, grande professor de matemática, porque «brinca» com os números como ninguém. Nenhum problema matemático o assusta e faz dele um «brinquedo» que faz sorrir e entusiasmar os alunos mais avessos ou saturados com a disciplina de matemática. Obrigado professor pela seu contributo. Como sempre, tudo tão simples nas suas mãos... 

Deus manifesta-se nas minhas atitudes, na minha maneira de ser e de estar, no fundo, Deus encontra-se em todo o meu comportamento diário, na comunidade. Lido com Ele durante a vida sem nunca esquecer os princípios que emanam das suas palavras.
Vivo feliz tratando os outros como desejaria que me tratassem, “amando o próximo como a mim mesmo” e, de modo natural, sou simples, real e acessível a todos os que comigo convivem. Tento deixar a minha marca em tudo o que construo, caminhando com substância e valores universais, invisto o melhor de mim e da melhor forma que sei, recusando sempre ser um “parasita” que não contribui, mas que se sente no direito de exigir.
Uso a vista para ver as maravilhas que a natureza me oferece, todavia, utilizo o seu horizonte para entender aquilo que à minha volta é de mais complexo e assim contribuir, com a crença e a fé de Deus, no esbater dessas possíveis imperfeições.
Os homens é quem decidem o mal e o bem, Deus ofereceu-nos as faculdades de acreditarmos em nós, cabendo-nos usar os nossos próprios meios para melhor usufruirmos das nossas vivências, aprendendo a conviver com a felicidade e com a infelicidade, com o prazer e com a dor, enquanto seres humanos, proporcionando aos outros a ajuda que podemos e devemos dar.
É importante estar atento aos sinais que recebemos do nosso desempenho, porque esses sinais ensinam a direcionar melhor o nosso exercício e também saciar mais o nosso ego, que é um bom catalisador para fazer mais e melhor. Esta minha forma de estar na vida é, não só um corolário do meio que me rodeia, como também fruto dos ensinamentos que recebi, limados pela vida e pela razão. O facto de estar bem comigo próprio e apreciar o retorno que os outros me dão, faz-me acreditar que estou em sintonia com Deus.
Tibúrcio Azevedo

Sem comentários: