Convite a quem nos visita

sábado, 22 de maio de 2010

Dias realmente úteis

Às vezes, demasiadas vezes,
a vida assemelha-se a uma repartição cinzenta,
onde os horários se cumprem sem empenho.
Estamos, mas fazemos sem compromisso íntimo.
Falamos e fazemos,
mas sentindo o nosso interesse noutro lado.
Vivemos, claro, mas com o coração distante.
Como é necessário tornar realmente úteis
os dias úteis!
Úteis não apenas por imposição do calendário.
Úteis, porque vividos com generosidade e sentido.
Úteis, porque não os atropelamos
na voragem das solicitações,na dispersão das coisas,
mas sabemos (ou melhor, ousamos) fazer deles
lugar de criação e descoberta,
tempo de labor e de escuta,modo de acção e de contemplação.
É preciso acolher o “inútil”
se quisermos chegar ao verdadeiramente útil.
P. José Tolentino Mendonça

2 comentários:

José Ângelo Gonçalves de Paulos disse...

Padre José Luís, realmente vivemos embaraçados e ensimesmados, porque os caminhos são devaras tortuosos. Estamos a perder a confiança em nós. A fé está a diluir-se a derreter-se. O mundo está doente. As alterações climáticas está a rebentar com as nossas mentes. Sem Deus sem o Espírito somos os mais infelizes de toda a Natureza criada.E, todavia, os mais inteligentes. Para quê? Jesus ensinou-nos o Amor e nós entendemos que isso é para padres e freiras -já nem os pais amam os filhos como dignos progenitores. "Virão dias úteis" como diz Tolentino Mendonça. Vamos, não esperar sentados por eles, mas buscá-los e perscrutá-los no íntimo de nós mesmo, porque seremos "o Caminho, a Verdade e a Vida". E como dia António Machado "é caminhando que nos fazemos ao caminho"

Lidia Maria de Melo disse...

Veja a primeira camisa do Santos Futebo Clube
http://lidiamariademelo.blogspot.com