Convite a quem nos visita

terça-feira, 16 de novembro de 2010

Algumas perguntinhas

Os bispos andam preocupados com o povo. Ainda bem. Acordaram como alguém parece ter insinuado.
Mas, façamos algumas perguntinhas sobre estes senhores bispos que estão à frente das dioceses do nosso país:
1. Não são estes mesmos senhores bispos que levam ao colo os governantes quando se trata de conseguir subsídios para as suas dioceses?
2. Não são estes mesmos senhores bispos que num rodopio andam atrás dos párocos para que eles lhes entreguem estipêndios de missas, ofertas das pluri-intencionais, ofertórios das missas paróquiais e outras ofertas que deviam ser canalizadas para os serviços e património das paróquias?
3. Não são estes mesmos senhores bispos, que nunca prestam contas a ninguém das suas dioceses, dos santuários e outros organismos das Igrejas? - Para isto o povo não é chamado.
4. Não são estes mesmos senhores bispos, que não sabem o que é transparência, porque nunca entendem que gerem bens do mesmo povo que eles agora se arvoram em defensores contra os políticos ou os governantes?
5. Não são estes mesmos senhores bispos, que engavetam os padres idosos em lares de terceira idade e com isso acham que fizeram o melhor do mundo? - (exemplos concretos não faltam). Sacerdotes que trabalharam uma vida inteira a favor da Igreja e agora são votados quase ao abandono em lares de idosos – lares, pelos quais nutro todo o respeito e que ainda são um mal menor para tanta gente que ficaria em muito pior situação se eles não existissem. Porém, não parece ser o ambiente adequado para um padre. Por isso, podemos vê-los na maior das tristezas e completamente derrotados.
6. Não são estes mesmos senhores bispos, que acham que os padres não precisam de uma casa sacerdotal, com um ambiente propício e adequado à condição do sacerdote, para terminar os seus dias neste mundo com toda a dignidade?
7. Não são estes mesmos senhores bispos, que pedem renúncia dos seus cargos aos 75 anos, vão para palacetes que eles constroem com dinheiro do povo e vivem o resto das suas vidas com pensões douradas da Segurança Social e dos fundos das dioceses?
8. Não são estes mesmos senhores bispos, que organizam visitas da Virgem Peregrina de Nossa Senhora de Fátima e visitas do Papa às suas dioceses e não prestam contas a ninguém sobre essas e outras actividades?
9. Não são estes mesmos senhores bispos, que sob o seu aval gastaram fortunas com a visita do Papa a Portugal (lembram-se dos altares construídos para apenas uma missa, Lisboa e Porto, que custaram mais de meio milhão de euros?)? E quais os frutos dessa visita para a Igreja e para o nosso país? (A estes senhores bispos será que não lhes faz impressão nenhuma que a visita do Papa a Espanha tenha custado 6 milhões de euros?)?
10. Não são estes mesmos senhores bispos, que intentam gastar fortunas para elevar aos altares alguns santos, que entre o povo, a expressão e devoção é quase nula (Lembram-se do Imperador do Monte, o Nuno ÁlvaresPereira - o Santo Condestável - entre outros, que a fabriqueira comissão vaticana para os santos vai produzindo todos os anos e que engole rios de dinheiro do povo para fazer um santo)?
11. Não são estes senhores bispos…? - Se quiserem, podem continuar a fazer perguntas, estas são apenas algumas que me saltou ao pensamento por hora.
Afinal, a sonolência dos bispos, não foi só de agora é antiga e está presente nas suas acções consoante as conveniências e os apetites.
JLR

3 comentários:

José Ângelo Gonçalves de Paulos disse...

Padre José Luís um texto corajoso proféticonas senda dos santos que foram sequazes dos Evangelho do Senhor Jesus. Alguns até criticaram a sumptuosidade dos bispos, vivendo estes nos tais palácios mesmo após as suas dignitárias funções episcopais. É o caso do bispo emérito da Madeira, Teodoro Faria que vive numa casa na Cabouqueira, quando a testamentária queria que essa casa fosse para os tais sacerdotes idosos.Estes morrem , por vezes, na solidão .Desamparados. Sem que alguém lhe faça uma visita.Não têm mulher nem filhos. É esta igreja que temos .Para mim, déspota e desumana.

Teresa disse...

Um texto que eu mesma gostaria de ter escrito. Absolutamente certo. Os bispos até podem ter razão no que, agora, dizem. Mas não têm qualquer autoridade pelo que, desde há muito, fazem. Espero que não seja retaliado, bom padre.

tukakubana disse...

Verdades, verdades, verdades.
Por muito que doam, são verdades. Poderíamos, hoje e aqui, facilmente atribuir os nomes próprios das pessoas em cada ponto escrito. Não será isso o que mais interessa:o mal está feito o que é preciso é ACORDAR, CORRIGIR, é preciso que os srs. Bispos não se reúnam só para apontar a vida política ou social, mas que se reúnam e façam dessa reunião as próprias correcções de acordo com as palavras que emitem.