Convite a quem nos visita

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

A educação

Que actualidade extraordinária se reveste esta mensagem...
Dir-se-á: a educação está em crise porque a sociedade está em crise. De acordo. Mas justamente por isso. Porque a sociedade está em crise de rotura, de mutação, de desorientação, importa procurar – e encontrar – os novos vínculos do pacto, as novas modalidades do convívio, as novas perspetivas de solidariedade. A educação oferece esse espaço e, em parte, esse poder. Porque não existe educação digna desse nome sem formas e sem normas, sem estruturas e sem conteúdos, sem métodos e sem valores.Que princípios deverão orientar a nova educação do nosso Povo? (...) Ousamos esquematizar: os princípios que tenham em conta a aliança do cérebro, da mão e do coração; os princípios da liberdade, da igualdade e da dignidade de todos os homens; os princípios que possam unir o sentido científico, o sentido tecnológico e o sentido comunitário desde a célula familiar à Sociedade Mundial.
Padre Manuel Antunes (3.11.1918 - 18.1.1985)
É apresentada a imagem em: newescola.wordpress.com

1 comentário:

tukakubana disse...

Creio que é tempo de, a sério, começar a destrinçar o que é Educação e o que é instrução.Não compete à escola dar, no seu todo,a educação.Os carinhos e as repreensões desde bebé são o início da educação, a ambiente social, a vivência da criança e seu relacionamento.Hoje, dizem os professores da pré, as crianças chegam à creche sem educação...A escola não é um depósito de crianças, é um lugar de formação e aprendizagem, complementada na família em acompanhamento e em esforço próprio da própria criança.Sou contra o facilitismo e a orfandade educacional dos jovens!