Convite a quem nos visita

sábado, 25 de janeiro de 2014

Ressurreição da água

Para o fim de semana. Sejam felizes sempre!
O fogo eterno no interior da terra
vai dizimando este sobressalto
interior da alma da gente.
Mas sobre a água veio a luz
que reflectida do alto
estava forte, incandescente.
Aí reclamaram os nossos olhos
cegos que bebem da claridade
quando não seja maior que o mundo.
Nesse relance cristalino viram todos
a ressurreição da água que corre
e empoça debaixo da sombra
dos pinheiros que albergam as margens
da terra extensa desta paisagem.
Este deslumbramento veio
sem que fosse muito o pensamento.
Bastou a serena contemplação
naquela hora em que vaguearam
os amigos nos caminhos claros
e limpos que todos os jardins oferecem
para a libertação da solidão e da tristeza.
Foi o que vi e senti sobre a água
que fora a nuvem, a chuva, a neve, o lago, o rio, o mar...
Mais uma vez saciei a sede
nesta visão que o oceano imenso
da alma centrou ao fim desta procura.

José Luís Rodrigues

1 comentário:

Rita Freitas disse...

Basta olhar para a beleza da natureza para acalmar os sobressaltos da alma.

Muito bonito!