Convite a quem nos visita

sábado, 26 de julho de 2014

A levada

 Para o fim de semana. Sejam felizes!
Vem silenciosamente este curso de longe
Cravado na terra e na pedra
É água calmamente canalizada no tempo
Que os braços dos homens fizeram
Em nome da sede comum que sentem
Na secura dos dias grandes da luz e do sol.

Eis que então serpenteia o chão dos montes
Mais ainda os vales que os Poios testemunham
Nas Achadas e Fajãs das sementes do amor
Que os Pauis descansam os pés serenos
E molhados na ternura que se rega
Na hora certa da partilha e do dom da água.

Ai como saboreio este passeio soado e duro
Património antigo de gente nobre e grande
Que edificaram na fé e na esperança
O pensamento da comum da união fraterna
Para todos sede saciada e fome quebrada
No nome alegre em prazer de água que chora
Para a eternidade a fartura de uma levada.
José Luís Rodrigues

Sem comentários: