Convite a quem nos visita

segunda-feira, 21 de julho de 2014

Pobres mas alegres

Está a ser divulgada a notícia de que o Governo Regional da Madeira gastou desde 2010 cinco milhões de euros em festas. Será que entra a mesma quantidade nos cofres da região? Será que o mesmo valor é derramado na economia? Será que foram criados muitos postos de trabalho com este gasto absurdo? Será que os apertos, a sobriedade é só para as famílias? Será que o exemplo não devia começar por quem governa? - Afinal, a nossa terra está cheia de festas, tudo é pretexto para uma festança, das mais antigas, as religiosas às modernas, que faz o culto da lapa e de todas as frutas que esta região mal e porcamente ainda produz. Cada fim de semana no Verão apresenta dezenas de festas, cada uma com muitas pessoas. Vamos a isto, o povo gosta de festas, de comer e de beber, mesmo que a isso tenha que pagar o preço de estar a ser comido o ano inteiro, a vida toda. Assim se dança o bailinho na região das festas, onde rei é o pão e o circo, porque é preciso manter um povo eternamente cego, surdo e mudo.

Sem comentários: