Convite a quem nos visita

sexta-feira, 16 de outubro de 2015

A vergonha da falta de alimentos

Hoje 16 de outubro é o dia mundial da alimentação.
A 20 de novembro de 2014, o Papa Francisco visitou a sede da FAO (Organização para a Alimentação e Agricultura das Nações Unidas), em Roma, por ocasião da Segunda Conferência Internacional sobre Nutrição
Durante seu discurso, o Papa disse que «o direito à alimentação só será garantido se nos preocuparmos com o sujeito real, ou seja, com a pessoa que sofre os efeitos da fome e da desnutrição». São estas pessoas que nos pedem algo simples, «a dignidade, não esmola».
O discurso do Papa centrou-se no valor da pessoa humana, na solidariedade, na ecologia e denunciou as pressões e económicas que existem em vários países para que não se disponibilizem alimentos para todos.
É uma vergonha da para o mundo que exista alguém que morra de fome. Que este dia sirva para tomarmos consciência disso e para sabermos dar graças a Deus todos os dias, porque felizmente há comida suficiente ao nosso redor. Não há nada de mais triste que é ter fome e não ter comida para matar essa fome.
Destaco o seguinte: «Penso na nossa irmã e mãe Terra, o Planeta. Devemos ser livres de pressões políticas e económicas para cuidar dela, para evitar que se auto-destrua. Lembro-me da frase que escutei uma vez de um ancião há muitos anos: ‘Deus perdoa sempre, os homens às vezes, a Terra nunca’. É preciso cuidar da irmã e mãe Terra para que ela não responda com a destruição».

Sem comentários: