Convite a quem nos visita

sexta-feira, 20 de julho de 2012

Morreu Hermano Saraiva

Morreu o grande comunicador. Tudo bem. Nalgumas coisas encantava e prendia a nossa atenção. Mas morreu mabém o maior aldrabão da história e pintava a ditadura de Salazar cor de rosa. Deixemo-nos de hipocrisias. Após a morte o maior aldrabão converte-se num santo. Ainda assim que Deus o receba e Salazar lhe agradeça o serviço que fez à «causa» do fascismo.
Imagem Google...

2 comentários:

Graça Pereira disse...

Gostava dele e do modo como apresentava a História, usos e costumes deste país que, de outro modo, não teríamos conhecido.
Se pintou alguma coisa na política menos boa ou menos bonita... não sei; mas que pena as suas forças não serem as mesmas para pintar -hoje sim -tanta desonestidade, mentiras, corrupções,roubos, desgovernos e um país bem pobre e sem futuro.
Todos nós somos santos, não perante o mundo mas sim, perante a misericórdia de Deus!
Graça

100 Forças disse...

Depois de passar 38 anos de aproveitamento da liberdade em prol de meia dúzia de iluminados e um sem número de «gatunos»,não sei não se o professor não teria razão em afirmar de um homem que foi provado que morreu pobre,que muitos dos seus colaboradores foram eliminados quando descobriu que o atraiçoou ou que enriqueciam à custa do estado,quando ensinou a um povo vindo de uma pós guerra a sobreviver com pouco e a não enveredar pelo consumismo capitalista desenfreado,não sei não se o cognome de ditador santo se encaixa-lhe bem.
Verdade seja dita que,todas a atrocidades que se cometeram em nome do regime,justifique tal aceitação,mas de uma coisa estou seguro,que aquilo que tem sido feito ao longo destes 38 anos de democracia,justifica acreditar e renegar totalmente aquilo que de bom teve os anos da ditadura.
A liberdade tem um preço,mas quando só os mais humildes e os trabalhadores são os que pagam para que os governantes vivam em verdadeira liberdade,não sei se será melhor uma boa ditadura que uma má democracia.
Deus criou o homem livre,mas Jesus quando viu alguém usar a casa de seu pai para negócio indignou-se e expulsou-os do templo,Não sei se está na hora dos cristãos seguirem o sue exemplo de se indignarem e expulsar os vendilhões do templo que é a nação portuguesa.