Convite a quem nos visita

terça-feira, 19 de junho de 2012

O esplendor da vida




Duas mundividências que aparentemente parecem contraditórias, mas ensinar-nos-ão que esta vida também tem o seu lado de beleza e de esplendor. 
- Álvaro de Campos diz assim: 
«Ó enigma visível do tempo
o nada vivo em que estamos!» 
- Rainer Maria Rilke - a qual gosto mais - que nos ensina de uma forma magistral o seguinte: 
«Estar aqui é um esplendor…»
- Estas duas citações contradizem-se, mas são duas visões do mundo que se completam. Seria um crime grave contra nós e contra Deus sair daqui sem apreciar também tudo o que esta vida nos dá de bom e de belo.
Mas, penso sobre a surpreendente frase de José Saramago: «que há coisas que nunca se poderão explicar por palavras». De facto, há coisas do outro mundo que as palavras sempre ditarão ainda mais o mistério que elas encerram. Mas, haverá sempre as conturbadas contingências desta vida que sempre ficarão as palavras à quem do absurdo que representam ou até às  vezes do ridículo que nos revelam. 
José Luís Rodrigues

Sem comentários: