Convite a quem nos visita

quarta-feira, 24 de abril de 2013

O Povo Português está em perigo


Pedro Mota Soares (CDS-PP) - Ministro da Segurança Social
Portugal tinha, no final de março, menos 8400 idosos pobres a receber o complemento solidário para idosos (CSI), cujo valor médio rondará os 100 euros por mês, e menos 49 681 beneficiários de rendimento social de inserção (RSI), com uma prestação média mensal de 81 euros, comparativamente a junho de 2011, mês em que Governo PSD/CDS tomou posse. O número de beneficiários em cada uma destas prestações sociais é agora 226 940 pessoas no caso do CSI e 274 937 no RSI.
Esta gente (só para não dizer «esta canalha») que tem (des) governado o país perdeu a cabeça e o bom senso. Um país como o nosso que apresenta taxas de desemprego avassaladoras e uma população idosa que roça o deprimente, com pensões de miséria, vê-se assim caída na desgraça, porque a esmola que lhes minorava em quase nada a tragédia que é viver hoje no nosso país, foi-lhes retirada, porque o (des) governo não está para alimentar vadios nem muito menos existe para distribuir os nossos impostos com as pessoas, mas com altas negociatas nas empresas estatais, nas Parcerias Público Privadas (as famosas PPP’s) nos BPN’s e nas mordomias dos (des) governantes. 
Essa agora de não tirar o pão da boca dos bandidos que tiveram o azar de nascer neste país e não aplicar o dinheiro isso sim, nos luxos que alguns entendem ter direito porque existe leis que assim prevêem e que essas sim devem ser cumpridas escrupulosamente... Estas são medidas boas e políticas que não salvam o povo, mas o coiro dos sortudos que se abeiram do pote. Façam-me um favor, vão passear com esta lógica do pacóvio que não acredito em nada do que sai da vossa boca.
A paciência para ver e ler estas notícias já vai faltando. Está a tornar-se intolerável suportar a arrogância com que se tira o que não deve ser tirado e se coloca onde não deve ser colocado. Nunca acreditei em nenhuma medida de austeridade e hoje estou seguríssimo que nenhum destes sacrifícios irá resolver o problema da dívida de Portugal, pelo contrário, os problemas agravam-se em cada dia que passa e cada vez devemos mais dinheiro. E assim, lá vamos nós de medida em medida destruindo o melhor de Portugal que é o seu povo.
Uma perguntinha inocente. Como é possível que à cabeça da implementação destas medidas contra os pobres esteja um membro de um partido (CDS-PP), que se afana de ser herdeiro da «democracia-cristã», com vários militantes profundamente ligados à Igreja Católica, com prática religiosa regular onde escutam frequentemente a Palavra do Evangelho que faz dos pobres os bem aventurados de Deus e aqueles a quem Jesus busca preferencialmente? - Bom, mistérios que nos acompanham...
Última nota. Não pensem que me pôs a jeito para ser convidado para Ministro ou Secretário de Estado deste (des) governo. Sim, porque todos os que andam por aí a criticar as medidas deste (des) governo e do Primeiro Ministro Pedro Passos Coelho acabam sendo chamados à (des) governação. Que fique bem claro, totalmente indisponível. Devemos todos estar atentos e lutar por um país mais justo, onde a pobreza não se torne em paisagem e para que tenhamos uma sociedade mais humana e mais feliz. Como se faz isto? - Com justiça e respeito pelo bem comum. É isso que nos move.

Sem comentários: